A mudança no comando do Governo do Estado de Paulo e na Secretaria de Habitação, também deve alterar as políticas habitacionais. Por isso, o prefeito Otávio Gomes esteve em São Paulo nesta terça-feira (15), para reafirmar o interesse de Ilha Solteira na construção de moradias populares.

A Prefeitura vinha negociando, desde o Governo Geraldo Alckmin, a inclusão de Ilha Solteira no programa “Casa Paulista”, que poderia possibilitar a construção de até 450 casas, em área anexa ao “Morada do Sol”. Mas, a tendência, é que haja mudanças no programa. “Foi um encontro para entender o que pensa o novo Governo para a habitação e encontrar a melhor solução. Estamos procurando a melhor proposta para nossa população”, disse o prefeito Otávio Gomes.

Pelo antigo sistema, os contemplados receberiam os lotes urbanizados (com infraestrutura, como água, esgoto, asfalto e iluminação) e recursos para a construção das casas. Agora, eles poderão receber a casa já pronta. “Caso haja uma nova proposta, vamos acatar. O que deixamos claro na Secretaria, é que Ilha Solteira continua tendo interesse na construção de moradias. Muitos moradores estão aguardando isso há muito tempo”, afirmou o prefeito.

Departamento de Comunicação

Prefeitura de Ilha Solteira