Esta é a pergunta que fica no ar.

A redação do Jornal Voz da Verdade recebeu fotos enviadas pelo morador Junqueirópolense Fábio Duarte mostrando o estado precário da Banda marcial de Junqueirópolis conhecida como BAMUJ.

Segundo as informações recebidas pela redação, tem sapatos com fundo rachados, uniformes com botões caindo, calças com varias pregas, pois não tem elástico para regular, ou seja, toda parte de vestimenta está totalmente sem manutenção, isso sem falar nos instrumentos, tem instrumentos amarrados com fita isolante. A BAMUJ tem cerca de 13 (treze) anos na cidade e os uniformes foram comprados por volta de 08 (oito) anos atrás, desde então os mesmos não passaram por manutenção, nem mesmo para lavá-los ( pois os pai que levam os uniformes para lavar).

“Uma vergonha! Como uma banda com referencias estaduais e até mesmo nacionais pode ser tratada com tanto descaso?”- disse Fabio Duarte.

Mais até ai tudo bem, se o município não disponibilizasse de recursos, mais para uma prefeitura que fechou ano de 2015 com um Superávit de quase R$ 500.00,00 (Quinhentos Mil Reais), creio que existem recursos para pelo menos fazer uma manutenção nos instrumentos e uma revisão nos uniformes da Banda.

A vergonha esta no fato da Banda Marcial de Junqueirópolis ter recebido a visita do ilustre deputado JOSÉ MENTOR (PT) no ano de 2014, que informou em sua visita ao município, ter conseguido uma verba de R$ 100.00,00 ( Cem Mil Reais), a qual já estava empenhada para a  manutenção da banda, como segue no próprio site da prefeitura  http://www.junqueiropolis.sp.gov.br/noticias/geral/deputado-federal-jose-mentor-visita-junqueiropolis-e-anuncia-emendas.

Ainda conforme o morador Fábio Duarte, o mesmo entrou em contato com o Gabinete do deputado José Mentor (PT), mais não obteve as informações de forma correta.

“não recebi nenhuma informação sobre a verba destinada a nossa banda, o que recebi foi um e-mail do Gabinete do deputado dizendo que todas as informações que eu preciso, já havia sido passada a Vice Prefeita de Junqueirópolis Nair de Souza PT, e que se eu quisesse maiores informações sobre a verba que pedisse a administração da cidade”, Afirmou Fabio Duarte.

CADÊ O DINHEIRO DA BANDA MARCIAL DE JUNQUEIRÓPOLIS?

“Uma banda que serviu como referencial e inspiração para outras Bandas Marciais, é alvo do DESCASO DAS AUTORIDADES, Cadê os vereadores que dizem se preocupar com a nossa cidade, que não vê isso, que não fiscalizam, que não cobram uma solução para isso, na hora de apresentar a banda e fazer bonito todos estão lá com sorrisos abertos, mais na hora de erguer as mangas a fazer algo que realmente precisa ser feito eles se omitem…Nossa banda já ganhou vários prêmios e campeonatos, levando o nome de nossa querida CIDADE VERDE JUNQUEIRÓPOLIS em todos os lugares por onde passaram, e honrando a nossa cidade da melhor forma possível, acredito que o mínimo que as autoridades de nosso município pode fazer para retribuir é manter a BAMUJ com seus uniformes e instrumentos revisados, este é o mínimo que merecem”, Declarou indignado Fábio Duarte.

O morador Fabio Duarte protocolou oficio junto à prefeitura para pedir uma prestação de contas referente à verba do Deputado Federal José Mentor (PT), e obteve a seguinte resposta do Secretário da Educação:

“Trata-se de emenda parlamentar no valor de R$ 100.000,00(Cem Mil Reais) oferecida pelo Deputado Federal José Mentor no ano de 2013 para compra de instrumentos musicais para as Escolas Municipais. A emenda consiste no PAR (Program de Ações Articuladas) e está aguardando pagamento”.

Estamos de Olho.

Por: Clayton Alves