FB_Anúncio_Diga Sim 2018_11x15cm

Campanha da LBV mobiliza sociedade a investir em um futuro mais justo

A LBV iniciou no mês de junho e vai até o mês de julho (durante o período da copa) a sua campanha Fiz um gol pela infância brasileira!, iniciativa realizada tradicionalmente a cada edição da Copa do Mundo da Fifa, que visa mobilizar doações para a manutenção dos programas socioeducacionais e assistencial que a Instituição realiza em todo o país. Essas ações oferecem educação, cultura, saúde, alimentação e capacitação profissional, melhorando as condições de vida de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos em situação de vulnerabilidade.

Fazendo uma doação a partir de R$ 58,00 você recebe uma camiseta especial autografada por mais de 30 ídolos do futebol brasileiro, entre eles recebemos a adesão dos jogadores como: Miranda (zagueiro), do Internazionale, de Milão; Marcelo (lateral-esquerdo), do Real Madri, da Espanha; Cássio (goleiro), do Corinthians; Roberto Firmino (atacante), do Liverpool, da Inglaterra; Renato Augusto (meia), do Beijing Guoan, da China; Rodrigo Caio (zagueiro), do São Paulo; Eduardo Sacha (atacante), Gabigol (atacante), David Braz (zagueiro) e Vanderlei (goleiro), do Santos; Fábio Santos (lateral-esquerdo), Róger Guedes (atacante), Victor (goleiro) e Erik (atacante), do Atlético Mineiro; Fábio (goleiro), do Cruzeiro; Marcos Júnior (atacante) e Gum (zagueiro), do Fluminense; Marcelo Grohe (goleiro), do Grêmio; Rildo (atacante), Yago Pikachu (lateral-direito) e Wagner (meia), do Vasco da Gama.

A campanha ainda homenageia vários ídolos do esporte que também assinaram a camisa: Pelé, Careca, Rivellino, Clodoaldo, Paulo Roberto Falcão, Ronaldo Fenômeno, Zico, Dunga, Taffarel, Marcos e Caio Ribeiro (comentarista).

A Sua ajuda é fundamental. Acesse www.lbv.org/digasim e vista esta camisa para viver toda a emoção que a Solidariedade oferece. Vamos ganhar essa partida!

Nosso Trabalho
Garantir o direito de crianças e adolescentes de 6 a 15 anos à proteção e ao acesso a ações socioeducativas que promovam seu desenvolvimento integral. Eles vivenciam atividades lúdicas, culturais, esportivas, artísticas e o direito de brincar como formas de expressão, interação, aprendizagem, sociabilidade e proteção social.